como funciona google eat

Google E-A-T: entenda o que é e como se destacar na busca

Quem está adaptado com o marketing digital, é muito comum conhecer essa sigla, porém quem não tem contato com isso provavelmente não vai saber o que está significa. Essa sigla significa “Expertise, Authoritativeness and Trustworthiness" ou seja, autoridade e confiabilidade.

 

Este conceito faz parte das condutas de avaliação da qualidade do Google, este é um fator de rankeamento muito importante para alguns sites.

Apesar das controvérsias sobre este fator de rankeamento, melhorar o seu site através do conceito de E-A-T já é considerado uma boa prática de SEO (Otimização para instrumentos de busca). Isso acontece porque você está aumentando a chance de ter mais movimentação.

Não importa qual seja a sua intenção: criar loja virtual ou um site empresarial específico, bem como um blog de sucesso. Tudo isso precisa das informações pertinentes sobre o Google E-A-T. Confira!

O que é o Google E-A-T?

As operações do Google são misteriosas. É claro que seria muito bom se, a cada atualização, o resultado fosse mostrado, esclarecendo a magnitude de cada um dos 200 fatores de rankeamento. Concorda?

Entretanto, as coisas não funcionam da maneira que queremos. Os Updates são arremessados, em seguida se inicia uma discussão e, inclusive, testes de milhares de profissionais mundo afora para tentar entender as mudanças.

Além do mais, essa é uma das principais maneiras de uma grande maioria das empresas ganharem dinheiro. Essas empresas são responsáveis por gerar a venda de para blogs e sites.

Para os profissionais de Marketing online, pode-se ressaltar que o Googlebot é  um dos principais objetos de estudo. É preciso estudar muito todos os âmbitos e aspectos que norteiam o Google.

Impactos do E-A-T no YMYL

O primeiro passo para um ótimo rankeamento, segundo o próprio Google é procurar entender a finalidade da página.

Para te ajudar, a finalidade da página pode ser respondida de maneira muito prática com apenas uma única pergunta: “Qual é o auxílio que você pode proporcionar aos seus visitantes?”.

Muitos sites e páginas sem conter um benefício acabam não tendo muitas chances de autoridade e confiabilidade, também chamado de expertise. Para ser mais clara, recebem os posicionamentos menos destacáveis.

Como uma forma de proteção, o Google valoriza muito o E-A-T  nos sites tipo YMYL (Your Money or Your Life).

Conceitos importantes do Google E-A-T

Independente de onde você atua, a expertise é um ítem extremamente valioso.

Você prefere aceitar sugestões de um iniciante ou um especialista na área? Pense bem.

Expertise

Afinal, você nunca se perguntou como o google avalia a expertise de uma página? Então, o Google quer respostas para as perguntas dos usuários, mas essas respostas devem ser escritas por especialistas. Mas a ferramenta não vai acessar o  LinkedIN do autor e visualizar seu currículo e suas competências.

Autoridade

O nome “Autoridade” é dado as páginas  de grande relevância nas pesquisas. Essa austeridade é determinada por vários fatores que leva em consideração a experiência do usuário nas páginas.

Para entender melhor, vamos dar um breve exemplo: Caso a maioria dos usuários acessa o link disponível entre os resultados da pesquisa e imediatamente encontra a resposta certa, ocorre um ganho de autoridade.

Confiabilidade

Em relação ao termo “Confiabilidade”, o Google entende isso como textos que têm certo destaque, também chamados de Trustworthiness. Dessa forma, alguns textos têm uma qualidade baixa de conteúdo, com erros gramaticais, falta de escalabilidade, sem um design que oferece resposta e que obviamente não vai oferecer uma proteção de dados.

Como podemos observar, o Google é rigoroso quando se trata de avaliação e o E-A-T o ajuda em tudo para posicionar algumas páginas no topo das pesquisas.

O que as páginas de alta qualidade têm em comum?

Antes de qualquer coisa, é aqui que deve-se ter em mente a otimização de sites. Segundo algumas pesquisas, páginas de alta qualidade geralmente contém um alto nível de E-A-T.

Essa é uma das primeiras características. Abaixo, separamos várias outras que vão te mostrar outras características que páginas de alta qualidade têm em comum.

  • Um grande nível de expertise, autoridade e confiabilidade. Como dito anteriormente, também inclui o E-A-T do autor dos artigos e todas as informações que estão contidas nas páginas;
  • Um número grande de conteúdo com uma qualidade muito boa;
  • Várias informações pertinentes sobre o responsável pelo site e várias informações em relação ao atendimento ao cliente;
  • Uma boa reputação do site principal, o qual é responsável pelos conteúdos principais da página.

O ideal é seguir todas as informações para transformar o seu site em uma referência de informações, bem como um página de alta qualidade.

O que as páginas de baixa qualidade fazem de errado?

Existem várias características que podem classificar uma página com rankeamento baixo. Continue a leitura, abaixo separamos as principais características.

  • Nível muito baixo de E-A-T, ou até inadequado;
  • Qualidade muito baixa do conteúdo principal;
  • Os títulos dos conteúdos principais são exagerados ou até mesmo chocante;
  • Vários anúncios que acabam distraindo ou estressando o leitor;
  • Reputação negativa do criador do conteúdo;
  • Poucas informações que deixam o conteúdo pobre, ou até mesmo poucas informações sobre o criador do conteúdo;

Se a empresa apresenta algumas dessas características, provavelmente ela não vai ter um bom rankeamento. Tenha em mente: o Google E-A-T é muito importante para você utilizar como ferramenta de rankeamento.

Além disso, muito do sucesso de uma empresa, por exemplo, está reservado aos critérios do Google E-A-T. Se a intenção é que o seu site expanda e cresça diariamente, é preciso dar total atenção aos pontos mencionados anteriormente. Eles são efetivos para que a página eletrônica encontre o sucesso pretendido!

Se você gostou das dicas, compartilhe conosco a sua opinião!