praticas que geram resultado

Site otimizado: 10 práticas que geram resultado

Ter sucesso na pesquisa orgânica hoje em dia exige a otimização de uma combinação de fatores que os mecanismos de pesquisa consideram importantes - técnicos, na página e fora da página.

Ao longo dos anos, vimos um foco maior em técnicas fora da página (off-page) - como o link building - e outros elementos técnicos.

Mas a realidade é que o SEO fora da página não será muito bom se você não prestar atenção aos fundamentos - o SEO on-page.

Profissionais de SEO inteligentes e até mesmo Agências de Marketing Digital sabem que a otimização na página deve ser constantemente priorizada.

E como o cenário de pesquisa está em constante evolução, é importante garantir que o seu conhecimento de SEO on-page esteja atualizado.

Nesta postagem, abordaremos o que é o SEO on-page, por que é importante e as 10 considerações mais importantes para você aplicar em seu site e levá-lo ao topo do Google.

O que é SEO on-page?

O SEO on-page (também conhecido como SEO no site) refere-se à prática de otimizar páginas da Web para melhorar a classificação dos mecanismos de busca de um site e obter tráfego orgânico.

E se você contratou um bom serviço de Criação de Sites quando desenvolveu seu site, a maior parte destas otimizações já deveriam ter sido entregues quando o site foi ao ar.

Além de publicar conteúdo relevante e de alta qualidade, o SEO on-page incluem a otimização de títulos, tags HTML (título, meta e cabeçalho) e imagens.

Isso também significa garantir que seu site tenha um alto nível de conhecimento, autoridade e confiabilidade.

Ele leva em consideração vários aspectos da página da Web que, quando somados, melhorarão a visibilidade do seu site nos resultados da pesquisa.

otimizacao de sites

Por que o SEO on-page é importante

O SEO on-page é importante porque ajuda os mecanismos de pesquisa a entender seu site e seu conteúdo, além de identificar se é relevante para a consulta de um pesquisador.

À medida que os mecanismos de pesquisa se tornam mais sofisticados, há um foco maior na relevância e na semântica nas SERPs (páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa).

O Google, com sua infinidade de algoritmos complexos, agora é muito melhor em:

  • Entender o que os usuários estão realmente procurando quando digitam uma consulta.
  • Entrega de resultados de pesquisa que atendem à intenção do usuário (informativo, comercial, de navegação).

A adaptação a esse desenvolvimento é essencial, e você pode fazê-lo garantindo que seu site e seu conteúdo - tanto o que é visível para os usuários em suas páginas da web (por exemplo, texto, imagens, vídeo ou áudio) quanto os elementos visíveis apenas para pesquisa mecanismos (por exemplo, tags HTML, dados estruturados) - são otimizados de acordo com as práticas recomendadas mais recentes.

Além disso, você não pode simplesmente ignorar o SEO on-page porque tem mais controle ao otimizar elementos no site - em oposição ao SEO off-page que consiste em sinais externos (por exemplo, backlinks).

Se você se esforçar nas estratégias na página, verá um aumento no tráfego e um aumento na sua presença na pesquisa.

Este guia orientará você nos elementos mais importantes do SEO on-page.

Prestar muita atenção a essas 10 áreas ajudará a melhorar seu conteúdo e autoridade - e a aumentar seu ranking, tráfego e conversões.

  1. EAT

O EAT, que significa Especialização, Autoridade e Confiabilidade, é a estrutura que os avaliadores do Google usam para avaliar os criadores de conteúdo, as páginas da web e os sites como um todo.

O Google sempre valorizou o conteúdo de alta qualidade.

Ele quer garantir que os sites que produzem conteúdo de alta qualidade sejam recompensados ​​com classificações melhores e os sites que criam conteúdo de baixa qualidade obtenham menos visibilidade.

Existe uma relação clara entre o que o Google considera conteúdo de alta qualidade e o que aparece nos resultados da pesquisa.

Chame isso de correlação ou causalidade - seja o que for, o EAT está de alguma forma desempenhando um papel nos resultados de pesquisa orgânica do Google.

O que significa que o EAT deve ser considerado na sua estratégia de SEO.

  1. Tag do título

A tag title, uma tag HTML que existe na seção principal de cada página da web, fornece uma sugestão ou contexto inicial sobre qual é o assunto tópico da respectiva página.

Ele é destacado nas páginas de resultados do mecanismo de pesquisa (normalmente usadas como o link clicável) e na janela do navegador.

A tag title por si só tem pouco impacto nos rankings orgânicos, e é por isso que às vezes é esquecida.

Dito isso, tags de título ausentes, duplicadas e mal escritas podem impactar negativamente os resultados de SEO, portanto, verifique se você está otimizando para esse elemento.

  1. Meta descrição

Desde os primeiros dias do SEO, as meta descrições têm sido um importante ponto de otimização.

Meta descrições, meta tags que fornecem uma descrição do que é a página, geralmente são exibidas nos SERPs abaixo do título da página.

Embora o Google sustente que as meta descrições não ajudam na classificação, há evidências de que atributos indiretos de melhores descrições ajudam.

A otimização correta da meta descrição pode ajudar a melhorar:

  • Taxa de cliques (CTR).
  • Percepção da qualidade do resultado.
  • Percepção do que seu site oferece todas as alterações.
  1. Manchetes

Deseja que o conteúdo do seu site tenha um bom desempenho na pesquisa? Então comece a escrever títulos atraentes.

Criar um título para uma postagem de blog pode parecer muito básico, mas um ótimo título pode significar a diferença entre um clique e uma impressão - é por isso que é importante criá-los estrategicamente.

Seus títulos precisam despertar interesse para que ele se destaque nos SERPs - incentivando os usuários a clicar e continuar lendo o restante do conteúdo.

  1. Tags de cabeçalho

Tags de cabeçalho são elementos HTML (H1-H6) usados ​​para identificar títulos e subtítulos no seu conteúdo de outros tipos de texto (por exemplo, texto de parágrafo).

As tags de cabeçalho não são tão importantes para as classificações do seu site quanto costumavam ser, mas ainda servem para uma função importante - para seus usuários e seu SEO.

Eles podem impactar indiretamente seus rankings:

  • Tornando seu conteúdo mais fácil e agradável para os visitantes lerem.
  • Fornecer um contexto rico em palavras-chave sobre o seu conteúdo para os mecanismos de pesquisa.
  1. Redação SEO

Escrever em SEO significa escrever conteúdo com mecanismos de busca e usuários em mente.

Existe uma estratégia por trás da criação de conteúdo de SEO sólido - e é mais do que apenas pesquisa de palavras-chave e preenchimento de lacunas.

Simplesmente produzir conteúdo para o efeito não serve. Lembre-se de que você está escrevendo conteúdo para pessoas - portanto, esse conteúdo deve ser de alta qualidade, substancial e relevante.

  1. Canibalização de palavras-chave

Verdadeiro ou falso? Quanto mais páginas você segmentar uma palavra-chave, melhor será sua classificação. Falso!

A segmentação de um termo específico em várias páginas pode causar "canibalização de palavras-chave", o que tem algumas consequências potencialmente desastrosas para o seu SEO.

Quando você tem várias páginas classificadas para a mesma palavra-chave, na verdade está competindo consigo mesmo.

É importante identificar se a canibalização de palavras-chave existe no seu site e resolvê-la imediatamente.

  1. Auditoria de conteúdo

A maioria dos criadores de conteúdo está focada em criar um novo conteúdo que eles esquecem de auditar o conteúdo existente. E isso é um erro.

A auditoria do seu conteúdo existente é crucial, pois ajuda você a:

  • Avalie se o conteúdo existente está atingindo seus objetivos e obtendo ROI.
  • Identifique se as informações em seu conteúdo ainda são precisas ou se tornaram obsoletas (ou mesmo desatualizadas).
  • Determine que tipos de conteúdo estão funcionando para você.

As auditorias de conteúdo podem ajudar bastante sua estratégia de SEO e devem ser realizadas regularmente.

  1. Otimização de imagem

Adicionar imagens é uma boa maneira de tornar suas páginas da Web mais atraentes.

Mas nem todas as imagens são criadas da mesma forma - algumas podem até abrandar o seu site.

A otimização correta das imagens ajudará você a aproveitar ao máximo um recurso valioso de SEO.

A otimização de imagem tem muitas vantagens, como:

  • Oportunidades de classificação adicionais (exibidas na Pesquisa de imagens do Google).
  • Melhor experiência do usuário.
  • Tempos de carregamento de página mais rápidos.
  • As imagens não devem ser uma reflexão tardia. Certifique-se de incorporar imagens que suportam seu conteúdo e use títulos descritivos e texto alternativo.
  1. Engajamento do usuário

Aprimorar os elementos de SEO on-page do seu site é apenas metade da batalha.

A outra metade consiste em garantir que os usuários não retornem, mas continuarão visualizando seu conteúdo, interagindo com ele e voltando para obter mais informações.

Reter usuários engajados é um grande desafio em si, mas certamente é factível.

Para aumentar o envolvimento do usuário, concentre-se em aspectos como velocidade do site (para isso é fundamental uma hospedagem de sites de qualidade), experiência do usuário e otimização de conteúdo, entre outros.

Estes 10 fatores, se bem otimizados em seu site, com certeza poderão melhorar os rankings de suas páginas.